Iní­cio Blog Cortes precisos, cortes limpos, cortes Laser
Iní­cio Blog Cortes precisos, cortes limpos, cortes Laser
12.12.2014

A BCS criou uma nova gama de barras de corte pensando na longevidade e na fiabilidade.

Barra Laser
Desde 1943, quando se apresentou pela primeira vez a motogadanheira “MF242” criada pelo Sr. Luigi Castoldi, que a BCS está presente no mercado forrageiro. O Sr. Castoldi entendeu que uma máquina auto propulsionada capaz de cortar erva rapidamente e com precisão revolucionaria o sector forrageiro, e nos meses seguintes desenhou e construiu uma máquina destinada a escrever uma página na história da agricultura. A sua nova máquina resultou ser a base de todas as motogadanheiras.

Por este motivo, quando se fala da BCS, fala-se de motogadanheiras e de produtos que a empresa com o tempo foi aperfeiçoando, produzindo e renovando. Assim surgiu a primeira série “622”, com comando lateral e barra “semifina” (nome com o qual se denomina a barra de corte com dentes mais largos que as facas, e uma distância entre eles de 50,8 mm). Em meados dos anos oitenta nasceram as barras com comando central de tipo “Europa”. Agora chegam as barras “Laser”, que podem perfeitamente ser trocadas com a série anterior “Europa”, com um novo nível da construção, garantindo prestações superiores no corte e com maior durabilidade. Com a mesma configuração funcional que a sua antecessora, mas com novos dentes em aço cromo-vanádio e uma nova secção de lâminas que sobressai na parte posterior formando uma guia, que devidamente presa, a impede de levantar e deixar de cortar.

Os dentes foram redesenhados através de uma nova liga de aço cromo-vanádio, que com um aumento da espessura lhes confere mais robustez, estabilidade e eficácia no corte, como se pode verificar nas provas efetuadas com uma série de 500 barras Laser distribuídas por toda a Europa. As facas foram fixadas a um suporte através de novos rebites que absorvem muito melhor os esforços laterais. Além disso, a chapa na qual estão rebitadas as facas foram revistas, utilizando na sua nova versão, aço de alta qualidade com tratamentos térmicos especiais que as tornam muito mais resistente.

Barra Laser

O novo grupo de corte “Laser” foi revisto em todos os seus elementos, incluindo os patins que por estarem continuamente em contacto com o solo foram remodelados, utilizando aço de cromo-molibdénio de alta resistência, produzidos por máquinas de estampagem que tendem a compactar ainda mais o material, criando uma peça de grande robustez. Todos os componentes de regulação da altura dos patins foram produzidos através da técnica da “sinterização”, uma técnica para a produção de peças de grande resistência e dureza mecânica que consiste em moldar sob pressão, um aglomerado de pó geralmente metálico, dentro de um molde quente, sem chegar à temperatura de fusão. Esta técnica também é utilizada no campo automobilístico para a realização de componentes dos motores, como os sistemas de distribuição, já que permite realizar com uma certa facilidade por estampagem a quente, peças complexas que podem suportar elevados esforços mecânicos.

Barra Laser

Graças a todas as melhorias dos componentes principais, as novas barras “Laser” têm um desgaste inferior que as barras anteriores “Europa”, garantindo um corte mais preciso, sem rasgos e com um crescimento significativo de volume do produto cortado. Há um ano atrás que a BCS comercializa em toda a Península Ibérica e na América Latina a nova barra “Laser”, de várias larguras que vão desde os 80 aos 155 cm., tendo uma elevada adaptação e aceitação no mercado forrageiro.

12.12.2014

A BCS criou uma nova gama de barras de corte pensando na longevidade e na fiabilidade.

Barra Laser
Desde 1943, quando se apresentou pela primeira vez a motogadanheira “MF242” criada pelo Sr. Luigi Castoldi, que a BCS está presente no mercado forrageiro. O Sr. Castoldi entendeu que uma máquina auto propulsionada capaz de cortar erva rapidamente e com precisão revolucionaria o sector forrageiro, e nos meses seguintes desenhou e construiu uma máquina destinada a escrever uma página na história da agricultura. A sua nova máquina resultou ser a base de todas as motogadanheiras.

Por este motivo, quando se fala da BCS, fala-se de motogadanheiras e de produtos que a empresa com o tempo foi aperfeiçoando, produzindo e renovando. Assim surgiu a primeira série “622”, com comando lateral e barra “semifina” (nome com o qual se denomina a barra de corte com dentes mais largos que as facas, e uma distância entre eles de 50,8 mm). Em meados dos anos oitenta nasceram as barras com comando central de tipo “Europa”. Agora chegam as barras “Laser”, que podem perfeitamente ser trocadas com a série anterior “Europa”, com um novo nível da construção, garantindo prestações superiores no corte e com maior durabilidade. Com a mesma configuração funcional que a sua antecessora, mas com novos dentes em aço cromo-vanádio e uma nova secção de lâminas que sobressai na parte posterior formando uma guia, que devidamente presa, a impede de levantar e deixar de cortar.

Os dentes foram redesenhados através de uma nova liga de aço cromo-vanádio, que com um aumento da espessura lhes confere mais robustez, estabilidade e eficácia no corte, como se pode verificar nas provas efetuadas com uma série de 500 barras Laser distribuídas por toda a Europa. As facas foram fixadas a um suporte através de novos rebites que absorvem muito melhor os esforços laterais. Além disso, a chapa na qual estão rebitadas as facas foram revistas, utilizando na sua nova versão, aço de alta qualidade com tratamentos térmicos especiais que as tornam muito mais resistente.

Barra Laser

O novo grupo de corte “Laser” foi revisto em todos os seus elementos, incluindo os patins que por estarem continuamente em contacto com o solo foram remodelados, utilizando aço de cromo-molibdénio de alta resistência, produzidos por máquinas de estampagem que tendem a compactar ainda mais o material, criando uma peça de grande robustez. Todos os componentes de regulação da altura dos patins foram produzidos através da técnica da “sinterização”, uma técnica para a produção de peças de grande resistência e dureza mecânica que consiste em moldar sob pressão, um aglomerado de pó geralmente metálico, dentro de um molde quente, sem chegar à temperatura de fusão. Esta técnica também é utilizada no campo automobilístico para a realização de componentes dos motores, como os sistemas de distribuição, já que permite realizar com uma certa facilidade por estampagem a quente, peças complexas que podem suportar elevados esforços mecânicos.

Barra Laser

Graças a todas as melhorias dos componentes principais, as novas barras “Laser” têm um desgaste inferior que as barras anteriores “Europa”, garantindo um corte mais preciso, sem rasgos e com um crescimento significativo de volume do produto cortado. Há um ano atrás que a BCS comercializa em toda a Península Ibérica e na América Latina a nova barra “Laser”, de várias larguras que vão desde os 80 aos 155 cm., tendo uma elevada adaptação e aceitação no mercado forrageiro.

?